Transporte rodoviário de animais domésticos


Pegar estrada, curtir a paisagem, fazer aquela parada para esticar as pernas e admirar o pôr-do-sol no mirante encontrado por acaso…nada melhor do que viajar. E por que não levar junto o seu melhor amigo? O transporte rodoviário de cães e gatos requer alguns cuidados e documentos, mas você verá que organizando os requisitos com antecedência, esse processo pode ser realizado sem dificuldades.

 

Como transportar o seu animal de estimação no ônibus?

Cachorro-OnibusNos dias de hoje é cada vez mais comum encontrar empresas que reconhecem a importância dos animais de estimação na vida das pessoas e oferecem serviços especializados para eles. Portanto, o primeiro passo é buscar conforto para que a viagem seja agradável para todos e sem percalços. Avalie as empresas de transporte disponíveis para o seu destino e tente encontrar alguma que ofereça serviço especializado, como é o caso da Expresso do Sul, que dispõe espaço exclusivo para transporte de animais domésticos, com ventilação e iluminação adaptados. Superada esta etapa, é hora de providenciar a documentação necessária para o transporte de animais:

 

  1. Certificado de vacinação anti-rábica: exigido somente para cães e gatos com mais de 90 dias de idade. A vacina anti-rábica deve ser aplicada com antecedência de 30 dias ou mais (exemplo: se a viagem ocorrerá no dia 30/06, a vacina deve ser aplicada antes do dia 01/06).
  2. Atestado Sanitário para transporte de cães e gatos: deve ser emitido até 3 dias antes da viagem por médico veterinário registrado no conselho regional (com base no exemplo acima: a emissão deve ocorrer após o dia 27/06).

Obs.: essa documentação pode ser obtida sem sair de casa. Saiba como clicando aqui.

Por último, providencie uma caixa de transporte que acondicione o animal confortavelmente. A caixa deve ser composta de material resistente e livre de saliências, além de ser à prova de vazamentos e ter espaço suficiente para que o animal dê uma volta completa em torno de si.

Importante: animais domésticos podem ser transportados na cabine de passageiros caso o peso do animal somado ao peso da caixa de transporte seja de até 10 kg. Neste caso, compre a passagem da poltrona ao lado e viaje confortavelmente.

 
 

Como transportar o seu animal de estimação no carro?

Cinto-Seguranca-CachorrosAssim como na viagem de ônibus, você também deve providenciar o certificado de vacinação anti-rábica e o atestado sanitário para transporte de cães e gatos. Já para transportá-lo, ao invés de usar uma caixa, você pode recorrer ao cinto de segurança para cães. A primeira versão deste cinto foi desenvolvida por engenheiros mecânicos a partir de um estudo ergonômico e biométrico da espécie canina. Atualmente, existem várias marcas no mercado e não é difícil de encontrar cintos que se encaixam em qualquer veículo, garantindo a segurança do seu cão e a sua tranquilidade no volante.

Por último, vale a dica: reserve água e ração e deixe acessível no porta-malas. Faça paradas de uma em uma hora, ofereça água e ração e dê a oportunidade para que o cão ou gato faça as suas necessidades fisiológicas.

 

Você sabia que é possível transportar animais nos trens do metrô e ônibus de São Paulo?

O transporte de animais domésticos de até 10 kg foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal de São Paulo. A proposta passou a valer em julho de 2013, quando passou a ser permitido nos 14 mil ônibus coletivos da cidade e nos trens do metrô, o transporte de cães e gatos, desde que os animais sejam levados em caixas de transporte, sem dejetos, água e alimentos.

 

Atendemos à domicílio: ligue (11) 4102 19 02 ou clique aqui

Gostou? Clique em curtir ou deixe um comentário!

Deixe seu comentário!