Seu pet: saiba quando aplicar vacina para cachorro


Vacina para cachorro à domicílioDe certa forma, guardadas as proporções, os animais de estimação se parecem com os bebês que chegam em nossas vidas e aí precisamos prover uma série de cuidados para o desenvolvimento correto daquele ser frágil e dependente. Que vacina para cachorro ou gato seu pet deverá tomar? Será preciso vermifugar? Qual a alimentação mais correta?

A boa notícia é que as respostas para essas perguntas são relativamente simples, desde que obtidas de fonte confiável: um médico veterinário.

 

Vacina para cachorro

É importante saber que as vacinas que seu cão deve receber e os intervalos entre as doses devem ficar a critério do veterinário que está lhe atendendo. Já viu aquelas carteirinhas de vacinação para crianças? Então, prepare-se para ter algo parecido para o seu cachorro, com o esquema de vacinação, as datas previstas para primeiras doses e repetições, entre outros cuidados. Os profissionais da PrevetHome procuram sempre esclarecer as suas dúvidas sobre vacinação para cães, informando todos os detalhes para o desenvolvimento saudável do seu pet.

Os cachorros adultos que nunca foram vacinados ou os filhotes que já passaram da época correta de vacinar precisam receber duas doses de vacina múltipla (com intervalo de 21 dias entre elas) e uma dose da anti-rábica. Isso também vale para cães “desconhecidos”, quando não se sabe se foram vacinados um dia.

Além desses cuidados, existe a imunização contra a leishmaniose ou calazar, uma importante zoonose (doença que pode ser transmitida do bicho para os seres humanos). Essa vacina é aplicada em regiões onde a doença é comum e deve ser antecedida de exames para detectar se o cão já tem a doença.

Não se deve vacinar filhotes com menos de 45 dias de idade, a menos que a cadela que deu à luz aos filhotes nunca tenha sido vacinada, pois os antígenos podem ser inativados pelos anticorpos passados da mãe para a cria.

Clique no link para saber mais sobre o esquema de vacinação de cães, ou para saber mais sobre a vacina V10 ou para agendar a vacinação do seu pet aí mesmo na sua casa.

 
 

Vacina para gatos

Existem muitas doenças virais que podem aparecer em gatos e causam grande número de mortes, principalmente nos filhotes. Por isso, Todos os gatos necessitam receber a vacinação. Só assim se pode evitar doenças como a raiva, rinotraqueite, calicevirose, panleucopenia, entre outras.

As vacinas que seu gato deve receber e intervalos entre as doses devem ficar a critério do veterinário que irá cuidar de seu animal. As vacinas múltipla (tríplice, quádrupla ou quíntupla) e anti-rábica são obrigatórias em qualquer esquema de vacinação.

Seu filhote deve ser vacinado contra a raiva a partir dos 4 meses de idade, e deverá ser revacinado anualmente. Consulte o veterinário, clique aqui para agendar uma vacinação à domicílio.

 
 

Vacina para cachorro à domicílio em São Paulo

A PrevetHome presta o serviço de vacina para cachorro à domicílio na cidade de São Paulo. Não só isso: você pode contratar consulta, vermifugação, pet sitter, dog walker, enfim, trazer para a sua casa o atendimento típico de uma clínica veterinária.

Todo mundo conhece o enorme problema de mobilidade urbana que uma cidade como São Paulo tem. Levar seu pet à uma clínica veterinária pode lhe custar preciosas horas, entre outros aborrecimentos. Justamente por conhecer essa realidade é que oferecemos o atendimento aí mesmo na sua casa, com uma série de vantagens, a começar pela redução do estress ao seu animal de estimação.

Ótima notícia: para a maior parte da cidade de São Paulo, esse serviço não tem custo adicional! Clique aqui para contratar os serviços da PrevetHome.

Deixe seu comentário!