Limpeza de Tártaro em Cães e Gatos


Você escova os dentes do seu cão ou gato periodicamente? Aposto que assim como a maioria das pessoas, você até sabe da importância de cuidar da saúde bocal do seu pet, mas a correria do dia-a-dia e o stress te desencorajam a executar esta árdua tarefa. E no final das contas eu já sei…você tem que levá-lo a uma clínica veterinária para fazer a famosa limpeza de tártaro. Neste artigo vamos mostrar que vale a pena investir na prevenção. Pode ser muito mais simples do que você imagina…vamos lá!
 

O que é o tártaro canino ou felino?

O tártaro, também conhecido como cálculo dentário, nada mais é do que o acúmulo de placas dentárias, onde as bactérias vão se organizando e produzindo toxinas irritantes que ocasionam gengivite. Como a grande maioria dos animais não têm os dentes devidamente escovados, essas placas vão se acumulando e calcificando, resultando no que chamamos de tártaro. Além do aspecto visual, um dos primeiros sintomas que indicam a existência de tártaro em cães é o mau hálito.

Resultado da Limpeza de Tártaro

Resultado da Limpeza de Tártaro


 

Meu cão tem tártaro…isso é perigoso?

Sim, a existência de tártaros na boca do seu cão pode representar um perigo para a saúde, ocasionando até doenças cardíacas. Com a calcificação, mais bactérias se aderem e passam a afetar os tecidos de suporte do dente. Isso aumenta o risco de o animal perder os dentes afetados, dificultando a trituração de alimentos e podendo até influenciar na dieta do animal. Como consequência mais grave, o local da lesão pode servir como fonte de contaminação para o organismo, com a possibilidade de atingir órgãos vitais como o coração, o fígado e os rins.
 
 

Como fazer a limpeza de tártaros?

A limpeza dos dentes e a remoção completa do tártaro em cães devem ser feitas em uma clínica veterinária, pois geralmente envolvem anestesia geral. Alguns cães possuem restrições, pois as condições de saúde podem significar um risco elevado ao receber anestesia geral. Isto geralmente ocorre em cães idosos, e nesses casos o veterinário deve avaliar se o procedimento é realmente recomendado. Como alternativa e tratamento auxiliar, existem produtos no mercado pet que ajudam a prevenir e evitar o acúmulo da placa bacteriana e seu depósito na forma de tártaro. Esses produtos são misturados na ração e atuam na saliva do cachorro, fragilizando a barreira que as bactérias formam. Sempre consulte um veterinário de confiança antes de comprar qualquer produto.
 
 

A limpeza de tártaro é indicada para todos os cachorros?

Recorra a uma consulta anual com o médico veterinário para que ele avalie a necessidade de fazer a limpeza de tártaro…Certamente em uma determinada época da sua vida será necessário realizar esse procedimento.

Consulte o seu cão com uma veterinária de confiança

Consulte o seu cão com uma veterinária de confiança


 

Quanto custa a limpeza de tártaro?

Em São Paulo, o preço para a limpeza de tártaro tem alto índice de variação, flutuando entre R$200 e R$800. Além da região da clínica e dos serviços agregados (como leva-e-traz, por exemplo), o peso do cão e a escolha do tipo de anestesia (injetável ou inalatória) são determinantes na composição do preço final. Já que com saúde não se brinca, prefira escolher clínicas veterinárias que possuem boa reputação no mercado…busque indicações, avalie a atenção da veterinária e a cordialidade do ambiente.
 
 

Como evitar os tártaros?

Você já viu que limpar os tártaros do seu cão é um procedimento que pode doer no seu bolso e gera um certo stress no animal, já que envolve clínica veterinária, anestesia, etc. Então, por que não prevenir?

Como meio prático e AUXILIAR, você pode recorrer a petiscos, ossinhos artificiais, biscoitos e até rações especiais que ajudam a evitar o acúmulo de placa bacteriana. Porém, o melhor meio de prevenção é a escovação dos dentes. Nada supera, dedique-se nesta tarefa…você e o seu cão vão colher os frutos no futuro. Por fim, vale citarmos a máxima “No pain, no gain”.

Dicas para a escovar os dentes do seu cão:

Prevenção de tártaro em cães: escovar os dentes.

Prevenção de tártaro em cães: escovar os dentes.

A escolha da escova de dentes e da pasta: para começar, use escovas embutidas em dedeiras e lambuze de pasta com sabores atrativos (as pessoas geralmente estranham pastas com gosto de carne e preferem comprar uma de menta. Porém, certamente o seu cachorro irá preferir aquela que tem gosto de comida) – NÃO USE PASTAS DE DENTES HUMANAS! SEU CACHORRO PODE SER INTOXICADO, pode desenvolver gastrite, entre outras coisas, pois ele tende a engoli-la.

No início esteja preparado para perder várias escovas, pois eles vão querer brincar e acabarão mordendo e destruindo.

Com qual frequência os dentes devem ser escovados? O ideal é que a escovação seja realizada diariamente, por um período de 15 minutos, porém se esta tarefa não estiver ao seu alcance, estabeleça como meta a escovação no mínimo uma vez por semana.

O cachorro pode ingerir a pasta? Sim, todas as pastas de uso veterinário são produzidas para que o cão possa engolir sem causar nenhum dano de saúde.

Faça com que esta tarefa seja prazerosa para o seu cão. Ao término de cada escovação presenteie-o com um petisco…com o tempo ele vai se empolgar cada vez que você aparecer com a escova na mão.

Se o seu cão já tem tártaros, a escovação ajudará a evitar o crescimento do problema, porém, provavelmente a remoção só será concretizada em uma clínica veterinária…através do procedimento já citado anteriormente.

Deixe seu comentário!