Microchip para Cães e Gatos – Saiba tudo


Apesar de existir no mercado há muitos anos, poucas pessoas conhecem as principais vantagens do microchip para cães e gatos e em quais situações ele pode ser útil. Neste artigo vamos explicar de forma simples e objetiva tudo que você precisa saber sobre microchip. Se o seu pet se perder, o microchip realmente vai ajudar a encontrá-lo? Qual o tamanho e de qual material o microchip é composto? Quanto custa a aplicação? Saiba tudo a seguir.

 

Microchip para cães e gatos – o que realmente é?

Microchip para Cães e Gatos

Microchip para Cães e Gatos

O microchip para cães e gatos é um dispositivo fabricado em biovidro (não nocivo à saúde do animal) e que tem como principal objetivo auxiliar na identificação de um animal que se perde da sua família. Além disso, o microchip é obrigatório para alguns destinos de viagens internacionais, como por exemplo os países pertencentes à União Européia, Japão, EUA, entre outros.

Com 12mm de largura, por 2 mm de diâmetro, o microchip é quase do tamanho de um grão de arroz e geralmente é aplicado na cernelha de cães e gatos (próximo da nuca). A aplicação do microchip, por ser subcutânea (assim como ocorre com a aplicação de vacinas) é pouco dolorosa e pode ser feita sem maiores complexidades por um médico veterinário da sua confiança.

 

Microchip – como funciona?

Leitor de Microchip para Cães e Gatos

Leitor de Microchip para Cães e Gatos

Cada microchip tem um código único e exclusivo que servirá para identificar o cão/gato em qualquer lugar do mundo.

Após a aplicação, a leitura das informações pode ser feita com um leitor específico que deve ser aproximado à nuca do animal. Os microchips mais antigos armazenavam somente o código único, mas alguns microchips mais modernos já estão preparados para armazenar o telefone do proprietário (como é o caso do microchip aplicado pela PreVet), as datas das principais vacinas e a indicação de castração do animal.

É importante esclarecer uma dúvida muito comum: o microchip não funciona como um GPS rastreável. A grosso modo, ele assemelha-se à uma plaqueta de identificação, mas com a vantagem de não correr o risco de se soltar do animal ou ficar ilegível com o passar do tempo.

 

Microchip – a partir de qual idade pode ser aplicado e qual a validade?

Aconselha-se a aplicação de microchip à partir dos 2-3 meses de idade, e ao contrário do que muitos pensam, o microchip não tem uma bateria, nem curta validade…por ser constituído de biovidro (mesmo material usado em marca-passos), o microchip tem a durabilidade de aproximadamente 100 anos, que é o tempo que este tipo de material demora para se decompor. Ou seja, o microchip é válido por toda a vida do animal.

 

Microchip – quanto custa a aplicação?

Em São Paulo, o preço da aplicação de microchip para cães e gatos tem alto índice de variação, flutuando entre R$100 e R$160. Como com saúde não se brinca, é importante fazer a aplicação em uma clínica veterinária de sua confiança.

 

Dicas sobre microchip:

  • Dê preferência para microchips em conformidade com as normas ISO 11784 (aceito internacionalmente) e ISO 14223, ABNT-NBR: 14766;
  • Sempre mantenha as informações do microchip atualizadas – muitas clínicas fazem a atualização sem nenhum custo;
  • Não há restrições relacionadas à raça do animal para aplicação de microchip

 

Ficou com alguma dúvida ou quer contar alguma experiência com microchips para cães e gatos? Deixe seu comentário!

Avaliação
Data
Item
Microchip para cães e gatos
Nota
51star1star1star1star1star

Deixe seu comentário!